DOR NO PÉ

As dores nos pés podem ser bastante incômodas, já que eles são importantes estruturas no corpo humano. O trabalho executado pelos pés garantem a execução de importantes tarefas, como o equilíbrio, postura e movimento.

 

O pé é composto por uma combinação de ossos, tendões, músculos, ligamentos e nervos, que agem conjuntamente para garantir que ele seja forte suficiente para suportar o peso do corpo e atuarem como propulsores durante os movimentos. No entanto, todas essas estruturas estão suscetíveis a sofrerem lesões ou inflamações que causam dor, já que o pé é exigido para praticamente todas as atividades que realizamos.

 

Tipos mais Frequentes de Dores nos Pés

 

Traumas

 

Entorses, estiramentos e fraturas são muito frequentes no pé. A avaliação inicial com exames de imagem pode ajudar a definir a necessidade de uma cirurgia ou imobilização. Os tratamentos conservadores relacionados às lesões ligamentares podem ser auxiliados com medidas regenerativas, como o uso da proloterapia.

 

Tendinopatia do Tendão de Aquiles

 

O tendão de Aquiles é o mais forte do corpo humano, mas mesmo assim não está livre de problemas. Por ser sofre muita tensão e utilização excessiva esse tendão pode ficar inflamado cronicamente. Dor na parte posterior do calcanhar, dificuldade para caminhar e inchaço são os principais sintomas. O tratamento que utilizo para esses casos são fisioterapia, terapia por ondas de choque e infiltração local regenerativa. 

 

Fascite Plantar (Esporão)

 

A fáscia plantar é um cordão fibroso que inicia-se no calcanhar e se estende como um leque até próximo aos dedos, ficando entre a gordura abaixo da pele e os músculos. A sua porção de origem, junto ao osso calcâneo sofre grande tensão, fazendo com que seja frequente o surgimento de processo inflamatório neste local, o que chamamos de fascite. Algumas vezes forma-se uma proeminência óssea junto a sua origem, o que é chamado de esporão plantar, piorando ainda mais o estado inflamatório. Quando o tratamento conservador, com medicações e fisioterapia, não é suficiente, gosto de utilizar terapias regenerativas guiadas por ultrassonografia.

 

Síndrome do Túnel do Tarso

 

O túnel do tarso é uma estrutura entre o tornozelo e o pé, canal por onde passam nervos, tendões, veias e artérias. Quando a pressão dentro do túnel aumenta, isso pode provocar danos nos nervos e desencadear a compressão que recebe o nome de Síndrome do túnel do tarso. A dor se manifesta pela sensação de queimação e formigamento, podendo irradiar para o calcanhar e para os dedos dos pés. Com o tempo, o incômodo pode ser sentido mesmo em repouso.

 

Neuroma de Morton

 

São nódulos nos nervos entre os ossos na parte anterior do pé, causados geralmente pelo aumento da pressão nessas estruturas, determinadas pelo uso inadequado de calçados apertados, tempo excessivo de pé o alguns esportes. O tratamento pode ser tentado de maneira conservadora com medicação e medidas físicas. Tratamentos intervencionistas com infiltrações ou ablações do neuroma são bastante efetivas. Em alguns casos refratários as cirurgias podem ser indicadas.