DORSALGIA (DOR NAS COSTAS): CAUSAS, DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO

A região dorsal da coluna é a intermediária, localizada entre a coluna cervical e a lombar. Por estar no meio das costas, uma região que exige menos movimentação, a incidência de dores é menor nesta área. Ainda assim, ela é suscetível aos mesmo problemas, como dores musculares, nos nervos, nas articulações,  hérnias de disco, entre outros. As dores nesta região do corpo são chamadas de dorsalgia.

 

Assim como as outras estruturas na coluna, incômodos na região dorsal podem estar relacionados à postura, às batidas e quedas e à ação do tempo.

 

Muitas vezes a dor pode ser autolimitada, desaparecendo em pouco dias. No entanto, quando ela é contínua ou intermitente, a consulta com um médico é indicada para detectar a causa e apontar o tratamento.

 

Principais causas

 

A dor nas costas pode ter diferentes causas, sendo que as mais comuns estão relacionadas à postura no dia a dia e nas atividades laborais, as dores musculares. Além disso, quedas e batidas são outras fontes causadoras de incômodo. A ação do tempo, principalmente a partir dos 60 anos, também pode gerar dores dorsais, com a degeneração de discos invertebrais, facetas e articulações.

 

Há ainda a importância de se observar se a causa da dor pode estar em estruturas adjacentes, como pulmões e arcos costais. Tumores (malignos ou benignos) também devem ser investigados como possíveis causadores da dorsalgia.

 

Diagnóstico

 

Como não existe uma única razão para o aparecimento de dores nas costas, cada caso precisa ser analisado individualmente. Quando a dor é persistente e não apresenta sinais de melhora, a recomendação é procurar um médico para ajudar a detectar a causa da dorsalgia. Depois de uma detalhada entrevista com o paciente (anamnese), em que procurará conhecer o histórico e os hábitos do paciente, o profissional da saúde poderá fazer o exame físico para analisar possíveis deformidades ou limitações na coluna do paciente. Exames de imagem complementares também podem ser necessários, como a radiografia, a tomografia computadorizada e a ressonância magnética.

TRATAMENTOS

A medicina intervencionista da dor aparece como uma possibilidade de tratamento para muitas dores que acometem as costas, mesmo nos casos crônicos em que uma solução para o problema pareça distante. As infiltrações nos pontos gatilhos são procedimentos que apresentam resultados eficazes no tratamento das dores musculares, por exemplo. Isso se faz por meio da aplicação de anestésicos e anti-inflamatórios no local exato da origem da dor, acessado com a ajuda de exames de imagem em tempo real. As infiltrações (bloqueios) também pode ser realizadas quando a origem da dor está nas articulações.

 

Embora menos frequentes, há ainda a possibilidade de outros procedimentos, como a injeção peridural para o tratamento de hérnias de disco e o tratamento por radiofrequência quando a região do nervo é afetada.