Bloqueio Radicular Torácico

Em torno de 5% dos paciente que procurando o consultório médico de dor, são por problemas na região torácica. As dores mais freqüentes são relacionadas a alterações degenerativa das articulações facetarias ou a dor radicular.

           

A dor radicular refere-se a dor secundária a algum problema na raiz nervosa. Esse problema pode ser devido a um trauma, cirurgia, infecção ou por compressão do nervo. A dor geralmente é só de um lado e irradia para frente do tórax, seguindo o trajeto das costelas. A dor geralmente é referida como em choque ou facada e acompanhada de formigamento ou dormência.

           

Os exames de imagem ajudam a identificar a causa da dor e afastar outros problemas graves como uma fratura de corpo vertebral ou câncer na parede torácica.

           

Os procedimentos intervencionistas disponíveis para o tratamento dessas dores são o bloqueio radicular ou intercostal, a radifrequência convencional ou pulsada da raiz dorsal e a neurólise dos nervos intercostais.

           

O bloqueio radicular é realizado guiando-se uma agulha até próximo ao forame neural, onde será injetada uma determinada quantidade de anestésico e anti-inflamatório.

           

O procedimento pode ser realizado com sedação leve ou anestesia local e guiado por ultrassom o fluoroscopia. O paciente é liberado minutos após o procedimento, não necessitando internação.