Adesiólise ou Epiduroplastia

Um procedimento utilizado para o tratamento da dor lombar refratária aos tratamentos mais simples é a adesiólise ou epiduroplastia. O procedimento consiste em puncionar o espaço epidural (espaço de gordura que envolve o saco dural) e navegar um cateter e injetar uma solução com medicações que desfazem as aderências provocadas por traumas e inflamações.

           

Algumas contra-indicações devem ser pesquisadas, como infecção em curso, problemas de coagulação, variações anatômicas arteriais e falta do consentimento do paciente para realização do procedimento.

           

O procedimento é realizado com sedação, em ambiente hospitalar, devendo ser guiado por fluroscopia. A duração do procedimento é variável e pode durar até 2 horas. O paciente pode ser liberado cerca de 2 horas após o procedimento.